Entendendo (um pouco) o relógio

A cada hora uma multidão espera e olha para a torre do relógio no centro histórico de Praga: é ele, o relógio astronômico de Praga, que completou ontem 605 anos e é o relógio mais antigo deste tipo em funcionamento no mundo. Apesar de ter sido parcialmente destruído durante a Segunda Guerra Mundial, o seu mecanismo original continua praticamente intacto.

O relógio fica na torre da Prefeitura antiga de Praga na Praça da Cidade Velha, e quando visto pela primeira vez, causa encantamento e surpresa por ser um relógio tão diferente e bonito, mas apesar de ser visualmente interessante e atrativo, é também difícil de ser entendido (até para ver que horas são).

Há duas histórias para a sua origem: a primeira é que o relógio foi construído a pedido do prefeito de Praga, que queria um relógio único e que tivesse muitas funções e escolheu Master Hanuš para construir tal relógio. O prefeito e os conselheiros de Praga teriam ficado muito surpresos com o resultado, e com medo que Hanuš construísse um relógio similar em outra cidade, decidiram deixá-lo cego para que a obra não fosse copiada. Diz a lenda que, desesperado, Hanuš foi até a torre do relógio e tentou impedir o funcinamento da maquinaria, onde acabou se jogando e morrendo. Em outros documentos, consta que o relógio na verdade foi construído por Mikuláš of Kadaň em 1410, em cooperação com Jan Sindel, astrônomo e professor da Universidade de Carlos.

Hoje em dia, o relógio é uma das grandes atrações turísticas de Praga. A cada hora exata, os 12 apóstolos de madeira aparecem para abençoar a cidade, e as outras quatro figuras se movem, cada uma com o seu significado. A morte (representada por um esqueleto) segura uma ampulheta e um sino, e olha para uma figura de um home turco, que balança a cabeça como resposta. Do outro lado, está a vaidade representada por um homem que segura um espelho, e a avareza, representada por um homem que segura um saco de dinheiro.

O mostrador astronômico mostra a posição do sol e da lua com a Terra no centro, os signos do zodíaco e três horários diferentes: o “Horário Tcheco Antigo” (ou Hora Italiana), o Horário da Europa Central e o “Horário da Babilônia” –  é o único relógio no mundo que marca estes horários. Abaixo deste mostrador astronômico, está o calendário, que contém cada dia do ano.

Para quem pretende visitar Praga, o relógio fica na Praça da Cidade Velha. A estação de metrô mais próxima é Staroměstská (linha verde – A).

Para ler o texto de ontem sobre o relógio, clique aqui.

Anúncios

11 comentários sobre “Entendendo (um pouco) o relógio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s