5 coisas que eu faria em Chiang Mai

Chiang Mai, no norte da Tailândia, é com certeza uma das cidades mais conhecidas e visitadas do país e arrisco a dizer que também pode ser uma das mais visitadas da Ásia. O turismo na Tailândia é realmente massivo e com razão: é um destino asiático bem popular, barato, relativamente seguro e cheio de atrações por todos os cantos do país. Sem contar que também é bem exótico, faz calor e não exige visto para brasileiros (yay)! Há muita informação sobre Chiang Mai na internet e confesso que na hora de planejar a minha viagem, fiquei confusa com tantas matérias, artigos e posts disponíveis. Por isso, depois de passar cinco dias por lá, resolvi listar aqui as 5 coisas que eu com certeza não deixaria de fazer em Chiang Mai se estivesse indo pela primeira vez (ou se voltasse).

Monk Chat

O número 1 dessa lista é sem dúvidas a minha atração favorita e que, ironicamente, não tinha lido ou escutado nada a respeito antes de ir. Foi lá mesmo que acabei descobrindo sobre o Monk Chat – um bate-papo com os monges. Parece estranho ou inusitado, mas é uma experiência incrível, única e gratuita. Como diz o próprio nome, há monges que estão disponíveis a conversar com os turistas na frente de alguns templos. A maioria desses monges estudam na universidade e também aprendem inglês, por isso querem praticar o idioma e em troca disso, dividem um pouco de como é a vida sendo monge, como é ser Budista, qual rotina seguem… e QUALQUER outro assunto que você deseja saber. Passei mais de uma hora conversando com um monge do Camboja que foi estudar na Tailândia e aprendi muito sobre a vida que ele leva e sobre o Budismo.

Monk Chat em Chiang Mai, a parte mais interessante da viagem.
Monk Chat em Chiang Mai, a parte mais interessante da viagem.

Alugar uma moto

Eu tinha muito medo de andar de moto (ainda tenho), mas resolvi abrir uma exceção na Ásia. No final, vi que foi uma ótima escolha. Andando de moto tive a possibilidade de conhecer mais lugares da cidade e da região. Além disso, não passei tanto calor e pude aproveitar mais os cinco dias que fiquei em Chiang Mai, que não foram suficientes. Para quem tem medo como eu, fica uma dica: na Ásia em geral (salvo alguns lugares), há muito mais motos do que carros, por isso não se torna assim tão perigoso já que todos estão bem acostumados e respeitam o trânsito – apesar do caos. O aluguel de uma moto também é bem barato e fácil, é possível alugar um moto em praticamente cada esquina.

(Aqui tem um vídeo que fiz durante a viagem)

Para conhecer os lugares mais afastados, alugar a moto foi a melhor opção.
Para conhecer os lugares mais afastados, alugar a moto foi a melhor opção.

Sunday Night Market

Os mercados de rua são sempre uma grande atração. Em Chiang Mai há vários deles, mas o que eu mais gostei foi o mercado de domingo. No final da tarde, os feirantes já começam a montar as barracas e vale muito a pena caminhar por todo o mercado, mesmo que isso possa levar horas devido ao seu tamanho. O que eu mais gostei foi da qualidade dos produtos: roupas, souvenirs, artesanato, comida, produtos de decoração e papelaria. Praticamente todos os produtos vendidos são bem feitos, originais, produzidos por moradores da cidade e são bem diferentes daqueles souvenirs que não tem nenhuma finalidade. O preço também é bom e justo, muitas vezes até com desconto para quem compra mais de um item.

Sunday Night Market: vale a pena caminhar durante horas!
Sunday Night Market: vale a pena caminhar durante horas!

Não ir a todos os templos

Chiang Mai tem mais de trezentos templos. Seria praticamente impossível ir a todos eles durante uma viagem, mas realmente sugiro nem tentar ver muitos. O melhor é escolher alguns e deixar que outros apareçam pelo caminho, entrar quando tiver vontade e curiosidade, assim não fica repetitivo e desgastante.

Um dos muitos templos da cidade.
Um dos muitos templos da cidade.

Ficar mais de cinco dias (principalmente para quem quer conhecer a região)

Fui embora de lá com vontade de ficar. Chiang Mai tem tanto a oferecer e tem uma atmosfera tão incrível que fica até ruim fazer essa lista com apenas 5 coisas, mas é um começo e é a partir daqui que eu pretendo voltar pra lá. Muitas vezes se for possível.

Anúncios

11 comentários sobre “5 coisas que eu faria em Chiang Mai

  1. Adoro esse tipo de post :)) me dá tanta vontade de viajar, sair por aí sem rumo :”D hahahha
    Uma pena que me falta um pouco de economia e planejamento, mas pretendo conhecer muitos lugares ainda e depois desse post, Chiang Mai é um desses 😉
    Beijinho!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Gostei muito desse post!
    Vou pra Tailândia no mês que vem, e passarei 4 dias em Chiang Mai…lendo o seu post, me deu mais ideias do que fazer!
    Mas uma dúvida: como foi para alugar a moto? Fica retido o passaporte?
    Abraços,

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Agrício! Obrigada pelo seu comentário 🙂 Aluguei a moto num local que vi na rua mesmo (não tive nenhuma indicação antes de ir) e foi super tranquilo. O passaporte fica retido sim mas é devolvido imediatamente quando a moto é devolvida. Sei que em alguns locais também é possível pagar um depósito caso não queira deixar o passaporte, mas não sei se todos os locais oferecem esta opção. Boa viagem, Chiang Mai é um lugar incrível! 🙂 Abraços

      Curtir

      1. Obrigado!
        Eu li que o aluguel é “ilegal” e talz…é necessário algum tipo de Permissão ou passa batido? Todas são automáticas?
        E sobre Chiang Mai…quais outros passeios você indica? Isso para 4 dias…
        Beijão!

        Curtido por 1 pessoa

        1. Olha… alugar motos no sudeste asiático é suuuuper comum. Se você já foi lá, deve ter percebido isso… eu diria que a maioria dos viajantes aluga motos pra andar pela cidade e até mesmo pra viajar entre os países. Eu mesma já aluguei em vários países e nunca tive problemas. Já aluguei em locais que pediram para ver a carteira de motorista e em locais que não pediram pra ver nada. A região de Chiang Mai é cheia de coisas pra fazer. Acho que vale a pena conhecer e aproveitar a cidade em si (que é incrível) e se tiver interesse, tem algumas cachoeiras e templos que ficam próximos da cidade. Se você gosta desse tipo de passeio, vale a pena e de moto fica bem mais fácil 🙂

          Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s