A igreja de ossos

40.000 ossos humanos foram utilizados para decorar o Ossuário de Kutná Hora, na República Tcheca. A ideia de visitar um lugar desses pode parecer assustadora no início, mas essa igreja é um dos lugares mais populares e visitados do país.

No ano 1278, o abade da igreja visitou Jerusalém e trouxe de volta um punhado de terra de lá, para colocar no cemitério de Sedlec e torná-lo um lugar sagrado. Devido a isso, o local tornou-se muito popular para o enterro das pessoas da região.

Em 1400, a igreja foi construída ao lado do cemitério e a parte inferior da capela foi utilizada para guardar os ossos que foram desenterrados por conta da construção. Até hoje é possível ver essa parte da capela pelo lado de fora.

O cemitério de Sedlec e a igreja por fora.

No entanto, foi no ano 1870 que o interior da igreja começou a ser o que é ainda hoje. A família Schwarzenberg contratou František Rint para reorganizar os ossos e para criar algo simbólico com eles no interior da igreja, algo que simbolizasse a nossa incapacidade de escapar da morte e também a impermanência da vida.

Brasão da família Schwarzenberg feito de ossos humanos.

Desde então, o interior da igreja conserva a criação de František Rint. Há pilhas de ossos, candelabros feitos de esqueleto, ossos pendurados no teto e até uma pequena exposição de crânios danificados por armas medievais.

IMG_2715

IMG_2717

IMG_2725

A igreja e o cemitério são abertos ao público. A visita ao interior custa 90 coroas tchecas para adultos e há uma taxa extra para fotos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s